NOTÍCIAS Inicio >


MATÉRIAS ANALISADAS E VOTADAS NA SESSÃO ORDINÁRIA DE 16 de MARÇO DE 2017

Publicado em 31/03/2017, Por CÂMARA MUNICIPAL

Aos dezesseis dias do mês de março de dois mil e dezessete, às dezenove horas reuniram-se em Sessão Ordinária os Vereadores, Ademir Nunes Da Fonseca, Joceli Zanardi, Alderi Antonio Longo, Antonio Fortuna, Clemilde F. Debona Belusso, Jaciel Da Rosa, Marlene Teles de Vargas Santos, Nildo Agostinho Pelisser e Vantuir Dutra. Em nome de Deus o Senhor Presidente Vantuir Dutra declarou aberta a presente Sessão, onde convidou o Vereador Nildo para ler o texto Bíblico. Leitura do EXPEDIENTE – Oficio Pad n° 01/2017 de quatroze de março de dois mil e dezessete do Poder Executivo Municipal, apresentando o Relatório Resumido da Execução Orçamentaria – REEO, referente ao primeiro bimestre de dois mil e dezessete. Indicação n.º 09/2017 - Autoria dos Vereadores da Bancada do PMDB e PP – Sugerindo que seja feito, pelo Poder Executivo Municipal a colocação de uma cobertura, em virtude que as crianças ficam expostas ao sol, na Creche Municipal. Em prosseguimento passamos para a ORDEM DO DIA: Projeto de Lei 10/2017 – Autoriza o Poder Executivo Municipal a contratar operação de Crédito com o BADESUL – Desenvolvimento S.A – Agência de Fomento - RS e dá outras providências. Está em discussão Vereador Joceli temos hoje a incumbência de votar um projeto para investimento do Executivo, é um valor um pouco alto, alguns pontos me preocupam, primeiro veio o projeto para nós sem impacto orçamentário, e agora de última hora chegou uma tabela com as parcelas a serem pagas e com os juros, parecem pequenos, mas quando você olha o montante a ser pago ela se torna um pouco onerosa, não que não possam ser pagas, porque a gente lembra que a administração que passou pegou uma divida em torno de um milhão e duzentos reais. No primeiro momento que pegamos o projeto nós já tínhamos conversado com a administração, então a gente já tinha um pouco de noção, aonde que seria investido esse recurso, mas para quem escutou pela rádio, apenas nós lendo o projeto e a exposição de motivos ficou um pouco vaga. Falou que ia beneficiar a população, mas não dizia onde, e nem o que seria feito com esse valor, então será para a construção do Centro Administrativo e da Câmara de Vereadores. Vereadora Marlene  esse projeto a gente leu e discutiu, conversamos com o Prefeito, e eu também não entendo muito dessa tabela de juros, mas pelo o que o Prefeito colocou não vai ser tão difícil pagar. Acho que o sonho dos expeditenses é ver um Centro Administrativo e uma Câmara de Vereadores sendo construída. Presidente Vantuir esse projeto já foi discutido, até foi pedido para o Senhor Prefeito Municipal para melhor prestar contas aqui sobre a finalidade dos gastos, no que seria investido esse recurso. Sabemos que com recurso próprio nunca conseguiríamos construir uma casa. Vereador Nildo sobre esse projeto já foi discutindo em reunião com o Prefeito, eu acho que ficou bem esclarecido, o que a população precisa ficar sabendo é que o município paga por mês são quase seis mil reais de aluguel, se o prefeito fizer um prédio que consiga comportar todas as Secretarias e também a Câmara de Vereadores, esse valor não vai mais ser preciso ser pago em aluguéis, e dá pra pagar a parcela do empréstimo.   Em votação o Projeto foi aprovado por unanimidade de votos. Dando continuidade aos trabalhos passou para o GRANDE EXPEDIENTE, concedendo cinco minutos para cada vereador, para tratar de assuntos gerais. E não havendo mais nada a se tratar o Senhor Presidente retomou a palavra, convidou os assistentes e convocou os Senhores Vereadores para a próxima Sessão Ordinária no dia 03(três) de abril de dois mil e dezessete às dezenove horas, na Sala das Sessões Lauriano Teles da Rosa, e em nome de Deus encerrou a presente Sessão.